Pastafarianismo é reconhecido na Áustria

O pastafariano austríaco Niko Alm (35 anos) ganhou o direito de usar um escorredor de macarrão como símbolo religioso nas fotos de documentos oficiais - especificamente a carteira de motorista.

Segundo ele mesmo, foi um ato pela tolerância religiosa, que acabou implicando no reconhecimento legal da religião do Monstro de Espaguete Voador na Áustria.

Vejamos:



O blog do pastafariano austríaco, nosso mais novo reverendo:
http://blog.alm.at/2011/07/12/hl-fuhrerschein-episode-6-das-finale/

A notícia no blog mundial de nossa igreja:
http://www.venganza.org/2011/07/austrian-colander/

A notícia aumentou absurdamente o movimento na internet e na televisão sobre a Igreja do Monstro de Espaguete Voador no mundo todo em Julho de 2011. Pena que a mídia seja tão preconceituosa contra nós, nos acuse de sermos apenas uma paródia e ainda nos chamam de "esquisitos" (Rede Record), "retardados" (uma emissora local da Globo) e assim por diante. Caso vocês encontrem preconceitos desse tipo, protestem nos links de cada jornal dizendo que o Monstro de Espaguete Voador ama aos "blasfemadores" mesmo quando eles caçoam de nós, pastafarianos, ok?


Eu já enviei email a uma jornalista dizendo que nossa religião não pode ser chamada de "esquisitice" com tom pejorativo, pois ninguém iria gostar de ser chamado de esquisito por ser, por exemplo, cristão e rezar para uma figura agonizante seminua em um crucifixo. O nome disso é tolerância religiosa, e é um dos pilares do pastafarianismo.


Sabemos que nossa religião não é uma paródia, e que, apesar de sermos bem humorados, não podemos aceitar ser objeto de escárnio. Temos doutrinas bem estabelecidas, práticas religiosas, senso de comunidade e milhões de adeptos em pelo menos 15 países; só não temos templos suntuosos. Agora temos reconhecimento legal na Áustria. RAmen!

No CENSO, quando perguntarem sua religião, diga: PASTAFARIANISMO. Se eles confundirem com Rastafarianismo (aquela religião que usa maconha) esclareça que é com P de Pasta.

Lista de links da notícia no Brasil:



EM OUTROS IDIOMAS

4 comentários:

Brian disse...

Olá. Gostaria de saber, dos irmões e das irmoas de fé, se estarei incorrendo em pecado se terminar as minhas orações com a palavra LAmem, em vez de RAmen. É que a palavra "lámen" ficou marcada em minha cabeça, sempre associada à santa matéria da qual é composto o grande MEV. Esta palavra se encontra nos pacotes de comunhão rápida, que milhões de pessoas usam para entrar em comunhão direta com Ele.

novox disse...

caro marujo, gostaria de saber se já pensou em formalizar MEV aqui no Brasil?

qualquer coisa
ricardo.raphael@gmail.com

Anônimo disse...

Divulguem o evento!

http://www.facebook.com/event.php?eid=206463562748868

Anônimo disse...

LAmen ou RAmen, ambas as formas são aceitáveis em português.